A ansiedade e o budismo

Não é novidade pra ninguém que andamos um pouco ansiosos. Inventaram até um termo chique para ajudar: FOMO – fear of missing out.

O termo é entendido como uma sensação de apreensão de que outras pessoas possam estar tendo experiências incríveis das quais você não está fazendo parte. Em outras palavras, todo mundo parece estar curtindo a vida adoidado, menos você.

Estava revisando algumas notas pessoais e cruzei com uma passagem interessante:

“Algumas vezes esqueço de comer, de beber água e até de mim mesmo, o fluxo de comunicação me estarrece.”
– 9 de fevereiro de 2016


Essa passagem é de um texto que eu escrevi pra mim mesmo, com objetivo de ler depois de 3 anos. Não me parece que muita coisa mudou. 

Segundo a OMS, Organização Mundial de Saúde, o Brasil é o país mais ansioso do mundo. Quase 19 milhões de pessoas vivem com ansiedade no país do futebol, cerveja gelada e carnaval.
Mais do que nunca as pessoas parecem estar insatisfeitas ou, de certa forma, incompletas. 
Podemos alcançar um diploma de engenharia depois de 5 intensos e longos anos (ou 8, quem sou eu pra julgar) na universidade. Mais quais são as diretrizes para alcançar a felicidade e a paz interior?

Num passado não muito distante, a religião entrava como protagonista na vida da grande maioria das pessoas quando o assunto era a busca por coisas intangíveis. Dogmas e livros sagrados traziam as diretrizes para essa jornada.
Só que de uns tempos pra cá essas mesmas pessoas se tonaram um pouco mais ocupadas. Elas trabalham mais, leem mais e questionam mais, e com isso não sobra muito tempo para coisas sem KPIs bem definidos.

Para fazer jus ao título, e apenas de caráter introdutório, o Budismo é uma religião e filosofia oriental, fundada por Sidarta Gautama, o Buda. Essa filosofia acredita que o caminho para a libertação da dor e consequente encontro com a felicidade está na consciência que pode ser alcançada por práticas e crenças espirituais, como a meditação e o yoga.

Buda estabeleceu cinco obrigações morais, conhecidas como os Cinco Precei­tos, que cons­ti­tuem sugestões para guiar o comportamen­to humano:

  1. Não matar
  2. Não rou­bar
  3. Não men­tir
  4. Não ter má con­du­ta ­sexual
  5. Não se intoxicar/entorpecer

O quinto preceito me interessa muito e, pasmem, esteve muito presente durante a minha viagem pela América do Sul.
A ideia é que se entorpecer é se distanciar da realidade, em grande parte como uma forma de aliviar a dor ou frustrações.
A meditação traz uma ideia contrária, mas com um propósito similar, aliviar as dores mundanas e desnecessárias através da reaproximação com a realidade.

Com um pouco de sabedoria Wikipediana e tentando não adentrar no esotérico pela minha ignorância no tema:
Realidade (do latim realitas isto é, “coisa”) significa em uso comum “tudo o que existe”. Em seu sentido mais livre, o termo inclui tudo o que é, seja ou não perceptível, acessível ou entendido pela filosofia, ciência ou qualquer outro sistema de análise.

Essas diretrizes para alcançar coisas intangíveis parecem ser cada vez mais pessoais e não intercambiáveis, e a realidade, antes tida como igualitária, acaba sendo única dentro das circunstâncias de cada indivíduo. Independente da religião ou da filosofia, o caminho do autoconhecimento me parece ideal para a busca dessa tal felicidade, e eu acredito que a dor, seja na forma de ansiedade ou qualquer outra, é essencial para esse crescimento. 

Por fim, eu tenho que discordar do Criolo em “os bares estão cheios de almas tão vazias”. 
Cada pessoa é um universo incrível a ser descoberto, e nós estamos apenas começando.


Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s