Trocos likes e poder de processamento

Venho usando um software chamado World Community Grid há alguns anos. Usando as palavras dos criadores, ele permite que qualquer pessoa com um computador compartilhe seu poder de computação não utilizado para promover pesquisas científicas de ponta em tópicos relacionados à saúde, pobreza e sustentabilidade. O World Community Grid apoiou 29 projetos de pesquisa até o momento, incluindo pesquisas para tratamentos mais eficazes para câncer, HIV e doenças tropicais negligenciadas. Outros projetos estão buscando sistemas de filtragem de água de baixo custo e novos materiais para captar a energia solar com eficiência.

Em outras palavras, é simplesmente um software que roda em background e utiliza seu computador, que nada mais é que uma máquina de fazer contas e rodar simulações, para auxiliar em pesquisas que julgo importantes.

World Community Grid trabalhando em uma pesquisa sobre Zika Virus (ZKV)

A interação é totalmente passiva e eu não preciso fazer nada além de permitir que o software inicie com o Windows. Partindo disso, eu e um amigo (o mesmo da pirâmide de Maslow) começamos a discutir as complicações e os desafios a serem encarados para replicar a solução para smartphones. O WCG oferece um aplicativo para Android, mas a nossa discussão ia um pouco além.

Lembra da Missão Apollo 11 que levou o primeiro homem à lua? A missão utilizou um computador chamado Apollo Guidance Computer (AGC). Para não mergulhar no tecniquês, digamos que o seu poder de processamento era uma piada quando comparado ao smartphone que carrego pra todo lado, inclusive para o banheiro. Ah, vai falar que você não?

Gostamos de números, e os temos. O iPhone que você está usando para ler esse texto possui aproximadamente 100.000 vezes o poder de processamento do computador que levou o homem à lua 50 anos atrás.

Sem abusar da regra de 3, o gráfico abaixo deixa bem claro que o número de usuários de smartphones tende a crescer nos próximos anos:

Fonte

Estimando de forma otimista que essa moçada tem apenas um smartphone, concluímos que estamos bem perto de 4 bilhões de mini computadores que passam pelo menos 6 horas carregando, de bobeira, enquanto dormimos.

Tenho pensado bastante sobre isso e os efeitos colaterais inerentes a um projeto dessa dimensão. É ridiculamente difícil estimar qualquer coisa parecida hoje em dia. Qual seria o impacto ambiental se metade desses smartphones gastassem 10% de bateria por dia a mais com esse aplicativo? Tudo é escalável, talvez menos a minha vontade de buscar soluções de otimização de dados e bateria nesse momento, mas sério, quase tudo é escalável.

Neste parágrafo eu retiro o tom crítico e mudo a abordagem para algo mais parecido com uma pesquisa de mercado. Você, que decidiu gastar dados, bateria e compartilhar a sua face com um aplicativo polêmico, estaria disposto a trocar um pouco de poder de processamento com algo, digamos, mais nobre?

A pergunta é real oficial. Talvez, um dia quem sabe, você receba um jabá ao invés de uma crítica passiva agressiva com tom de distopia.


Processando…
Sucesso! Você está na lista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s